POUCOS E MUITOS: A COMUNIDADE JUDAICA E SEUS DESVIANTES NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (1850-1920) - Henrique Samet - Livro

POUCOS E MUITOS: A COMUNIDADE JUDAICA E SEUS DESVIANTES NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO (1850-1920)

Autor: Henrique Samet
Editora: Garamond

Postagem: Até 13 dias úteis.

R$ 90,00

em até 3x sem juros

Entrega = postagem + transporte, pesquise para seu CEP:

Sinopse

Partindo do pressuposto de que a história da comunidade judaica no Rio de Janeiro ainda se apresenta com muitas lacunas, este livro traça sequencialmente sua constituição contemporânea a partir do século XIX, englobando a origem e causas dos diferentes fluxos de imigrantes judeus, bem como refaz certos sensos comuns equivocados sobre tais presenças. É de se assinalar uma perspectiva inclusiva neste livro, entendendo como parte desta sequência os traficantes e prostitutas que aqui arribaram e viveram por quase cem anos, bem como os desdobramentos específicos das diferentes presenças – marroquinos, franceses, russos da Bessarábia –, com suas convergências e divergências, ressaltando sua diversidade e o complexo entrelaçamento de suas trajetórias.

Henrique Samet identifica no livro os diferentes núcleos comunitários que foram criados, suas atividades e fragilidades, a instabilidade temporal de suas associações e certa incapacidade de constituírem organizações mais amplas e abrangentes. Também revela iniciativas, após a instituição da República (1889-1910), de se criarem novas entidades judaicas beneficentes, tentando explicar sua razão.

Por outro lado, contesta a versão de que os marroquinos no Rio de Janeiro resultam da migração de seus congêneres do Norte do país, bem como a ideia de que se deve majoritariamente à guerra franco-prussiana de 1870 a presença de judeus franceses da Alsácia Lorena na cidade. Também contesta a ideia de que estes últimos foram politicamente inativos, dedicando-se somente a manter boas relações, especialmente com o imperador, e apresenta aspectos inéditos de sua atividade dentro da colônia francesa na cidade.

Especialmente no que se refere ao segmento que se dedicou ao meretrício, o livro mostra as características da repressão policial que se manteve no mesmo diapasão de 1879 até 1920, propiciando um singular espaço para a ascensão de uma camada feminina no métier, o que explicaria em parte a constituição em uma sociedade beneficente exclusivamente feminina desde 1898, e não somente a partir de 1906 como é propalado até agora.

Por fim, dedica-se aos anos pós 1910, nos quais preponderou a nova presença de judeus provenientes da Bessarábia, suas lutas comunitárias – abarcando um confronto declarado com traficantes e meretrizes em torno de cemitério e teatro –, a criação de um movimento sionista local e de organizações beneficentes e religiosas, enfrentando igualmente iniciativas policiais que chegaram a causar dificuldades à sua luta pela sobrevivência econômica.

Dados

ISBN: 9788576174783

Segmento Específico: Historia Judaica

Idioma: Português

Encadernação: Brochura

Formato: 16 x 23

Páginas: 632

Ano de edição: 2019

Edição:

Mais vendidos em Humanidades

21 LIÇOES PARA O SECULO 21

De: R$ 59,90

Por: R$ 48,52

SAPIENS: UMA BREVE HISTORIA DA HUMANIDADE

De: R$ 69,90

Por: R$ 60,11