O PASQUIM DO CALAMBAU: INFAMIA, SATIRA E O REVERSO DA INCONFIDENCIA MINEIRA - 1ªED.(2022) - Alvaro de Araujo Antunes; Luciano Figueiredo - Livro

O PASQUIM DO CALAMBAU: INFAMIA, SATIRA E O REVERSO DA INCONFIDENCIA MINEIRA - 1ªED.(2022)

Organizador: Alvaro de Araujo Antunes | Luciano Figueiredo
Editora: CHAO

Postagem: Até 2 dias úteis.

R$ 67,00

em até 3x sem juros

Entrega = postagem + transporte, pesquise para seu CEP:

Sinopse

Pasquins eram papéis manuscritos, anônimos, que apareciam nas primeiras horas do dia afixados em lugares de grande circulação. Sofriam uma perseguição implacável, e por isso poucos foram conservados. O próximo lançamento da Chão Editora traz o único exemplar que restou das três cópias de um pasquim veiculado no pequeno arraial de Calambau, no interior de Minas Gerais, no ano de 1798.???

O “pasquim do Calambau” veio à luz seis anos depois da condenação dos réus da Conjuração Mineira, e relata de maneira satírica a má conduta de um morador local, ao mesmo tempo que apresenta uma visão incomum do movimento libertário, atacando-o com ferocidade.

Conforme se percorre o texto, descortina-se aos poucos um universo de sentidos: o vocabulário é rústico e a linguagem, impregnada de oralidade, tem a função de cativar a gente simples da rua, os trabalhadores da roça, oficiais mecânicos, homens e mulheres escravizados, vizinhos.

O pasquim do Calambau: infâmia, sátira e o reverso da Inconfidência Mineira, organizado por Álvaro de Araujo Antunes e Luciano Figueiredo, traz o pasquim, a devassa — na qual se coletaram dezenas de depoimentos dos moradores locais — e trechos do processo judicial que julgou o caso. Lidos em sequência, esses textos não apenas formam um vasto painel dos conflitos e acontecimentos do período, mas oferecem também um raro retrato da oralidade e das ideias políticas e religiosas populares do período.

Dados

ISBN: 9786580341047

Idioma: Português

Encadernação: Brochura

Formato: 15 x 21 x 1,5

Páginas: 232

Ano de edição: 2022

Edição: