PIAUI #187 - 1ªED.(2022) - Revista Piaui - Livro

PIAUI #187 - 1ªED.(2022)

Organizador: Revista Piaui
Editora: Alvinegra

Postagem: 1 dia útil

R$ 28,00

em até 3x sem juros

Entrega = postagem + transporte, pesquise para seu CEP:

Sinopse

Começando pelo começo, na edição deste mês o logotipo da piauí vem escrito em ucraniano, no alfabeto cirílico. E a capa traz uma imagem vibrante – e ao mesmo tempo espantosa – da arte naïf de Maria Prymachenko (1909-1997). É a porta de entrada para as 22 páginas que dedicamos à invasão russa da Ucrânia, que incluem um portfólio com treze pinturas de Prymachenko, um poema tragicamente premonitório de Adam Zagajewski (1945-2021) e três relatos vindos do centro dos acontecimentos:

*Alexander Snegirev faz um diário sobre as tensões, os silêncios e os protestos em Moscou, depois da invasão.

*Andrey Kurkov escreve sobre seu passado, sua integração à cultura ucraniana e como ele e sua família fugiram para o interior do país.

*Bartosz Józefiak narra o impacto da guerra sobre a Polônia, para onde fugiu uma massa de refugiados ucranianos.

Ainda no noticiário internacional, mas agora mais perto de nós, Fernando de Barros e Silva foi a Santiago para acompanhar a posse de Gabriel Boric na Presidência do Chile e mostra a radicalidade da experiência política que o país começou a viver. Bernardo Esteves faz uma radiografia minuciosa dos deepfakes, como são chamados os vídeos falsificados quase à perfeição, e discorre sobre o risco que oferecem no mundo da política.

Sobre a realidade brasileira:

* Antonio Engelke faz um artigo afiado e crítico sobre a relação da imprensa brasileira com a construção da nossa democracia.

* Guilherme Henrique explica as divisões e alianças dentro do movimento negro brasileiro, que se fortalece cada vez mais.

* Helio de la Peña descreve como foi a volta – depois de décadas – ao quilombo de sua infância.

* Tiago Coelho conta a jornada dolorosa de um pai em busca do filho desaparecido sob o trágico temporal que desabou sobre Petrópolis.

* João Batista Jr. foi até o presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, para saber como é a vida de Gil Rugai, condenado pelo assassinato do pai e da madrasta.

E, como a vida precisa de beleza, Fernanda da Escóssia fala com doçura de suas memórias sobre a avó, Ricardo Aleixo publica sete poemas sobre ancestralidade – e invisibilidade – e Kathryn Schulz encanta-se com a notável capacidade de orientação dos animais.

Boa diversão, boa leitura.

André Petry
Diretor de redação

Dados

ISBN: 977198017500200187

Idioma: Português

Encadernação: Brochura

Formato: 26,5 x 34,5 x 0,5

Páginas: 100

Ano de edição: 2022

Edição:

Mais vendidos em Humanidades